Resultado de imagem para Como fazer o cabelo crescer

Como fazer o cabelo crescer

Como crescer o cabelo durante toda a vida? E depois da morte?
A morte está envolta em um véu de mistério e muitas crenças. Uma delas garante que, uma vez morto, o cabelo continua a crescer durante algum tempo. Este facto foi já amplamente comentado e desmentido. E, na realidade, não é o motivo principal do presente artigo. Não obstante, afirmaremos que quando uma pessoa morre também o fazem todos os seus órgãos.

Outra crença relacionada com o cabelo, neste caso, as pessoas vivas, afirma que cresce sem parar durante toda a vida. E, até certo ponto, assim é. No ventre materno, após o segundo mês de gestação, já se podem apreciar os folículos pilosos no couro cabeludo do feto.

Imagem relacionada

Estes folículos estão pré-programados geneticamente para realizar uma série de ciclos, cerca de 25 de média. Tendo em conta que cada ciclo capilar tem uma duração entre três e seis anos, se não houver alterações, uma pessoa deve chegar ao final de sua vida com o cabelo.

O problema começa quando existe alguma circunstância que influencia os ciclos capilares e diminui. Ou seja, o nosso crédito capilar pode se desgastar prematuramente. E então, ocorre a tão temida alopecia.

Antes de tudo, manter a calma. Porque o stress é precisamente um dos aceleradores do ciclo capilar. Depois de constatar o problema, devemos evitar que a velocidade de queda aumenta com o uso de produtos de cuidados tópico. Ou seja, você tem que proteger o potencial que conservam os folículos e, pouco a pouco, ir restabelecendo o ritmo natural dos ciclos.

Imagem relacionada

Atualmente conhecem-se, além do estresse, situações que aumentam temporariamente a queda do cabelo. A febre e as dietas restritivas são algumas delas. Quando essas circunstâncias ocorrerem, é necessário um aporte nutricional extra como hairloss blocker que ajude a regeneração capilar.

Nestes tempos de crise, vamos tentar não pagar a crédito. Conservemos o cabelo.

 

Categorias: Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *